Secretaria de Segurança Pública presta homenagem a equipe do CBMMA que esteve no Equador em missão de ajuda humanitária às vítimas de um terremoto

“O Sistema de Segurança Pública do Maranhão marca um ponto importante com essa ação humanitária, no que tange a um ]salvamento de respaldo internacional”. (Coronel Célio Roberto, comandante do CBMA)

 

O Secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, em solenidade realizada na manhã desta sexta-feira (06), as 10hs, no Auditório Leofredo Ramos, SSP, participou de uma homenagem à equipe do Corpo de Bombeiros Militares (CBMMA), que integraram a ação humanitária de apoio às vítimas de um terremoto. A tragédia ocorreu no Equador, no dia 16 de abril deste ano.

O Equador é um dos países da região que não tem fronteira comum com o Brasil. Seu território, de 256 370 km², é cortado ao meio pela imaginária Linha do Equador, mas nem pela distância os bombeiros maranhenses sentiram dificuldades em oferecer ajuda àquele país.

O Major Abner Carvalho, que esteve comandando a equipe de bombeiros que auxiliaram as vítimas da tragédia, contou que seis homens altamente treinados e capacitados se deslocaram para o Equador no dia 22 de abril, para contribuir com ajuda aos familiares e vítimas do terremoto. O Major salientou, ainda, que foram prestados serviços de atendimento hospitalar e psicológico aos familiares e pessoas que assistiram de perto a cena de destruição que deixou o Equador em situação degradante. “A missão nos foi dada pelo Governador Flávio Dino e o Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela e nosso comandante, o Cel. Célio Roberto. Nós consideramos a missão bastante proveitosa, pois levamos um alento ás vítimas e trouxemos experiência para o Corpo de Bombeiros do MA”, disse o Major.

Abner Carvalho revelou que a ajuda humanitária teve como objetivo principal resgatar as vítimas do terremoto que aconteceu no dia 16 de abril, mais precisamente em três cidades situadas naquele país.  Perdernales,cidade turística com praias sobre o pacifico, foi a mais afetada pelo terremoto de magnitude 7,8 graus, que sacudiu o país e deixou cerca de 350 mortos e mais de 2 mil feridos no sábado. Sobre as ruas onde havia moradias, estão toneladas de escombros e casas destruídas.IMG-20160508-WA0062

Para o Secretário de Segurança Jefferson Portela, foi uma valorosa missão na qual é de extrema importância a presença de maranhenses, através do Corpo de Bombeiros, para dar apoio às pessoas vitimadas. “Isso é um apoio que o Governo do Estado está dando para colaborar com um país irmão que precisou de ajuda. Nossos homens foram com o conhecimento que aqui adquiriram, somando-se a unidades do Equador nesse atendimento humanitário”, finalizou.

Segundo informou o comandante do (CBMMA), Célio Roberto, são aproximadamente 100 bombeiros que possuem o curso de resgate em Estruturas Colapsadas, trabalho que foi feito no Equador, na cidade de Guayaquil. “O Bombeiro do Maranhão faz parte da Organização do Bombeiro da América Latina. Houve, então, a sensibilização do governador Flavio Dino, juntamente com secretario Jefferson Portela em exportar esta ajuda”, completou.

Isadora Fonseca – Ascom SSP