Polícia Civil promove solenidade de formatura de 40 peritos criminais

A Polícia Civil do Maranhão vem diversificando e aperfeiçoando sua equipe, diversos cursos à nível elevado destacam suas eficiências e os qualificam ainda mais de maneira excelente, tanto que promoveu solenidade de formatura de 40 alunos peritos criminais do curso “Aperfeiçoamento para Perícia em Local de Crime”, realizada, na Academia Integrada de Segurança Pública -AISP.

A cerimônia contou com as presenças do diretor da Academia Integrada de Policia Civil, Aurélio Araújo (representando o secretário Jefferson Portela), o diretor do ICRIM, Fabio Sergio Castro, o superintendente de Polícia Técnico- Científica, Miguel Alves, o Chefe de Departamento de Ensino da AISP, Cristiano Fontenelle, além do, Dr. Couto Junior (representando o delegado geral Lawrence Melo) e os formandos.

Objetivo do curso

Aperfeiçoar os peritos criminais e auxiliares, acrescentando a seus conhecimentos em perícia de local de crime atendimento de forma precisa às demandas de perícias do ICRIM. A metodologia de ensino foi ampla, determinando o cronograma, ministrando técnicas individuais e coletivas e focando na parte prática a fim de alcançar os objetivos prepostos no curso. Tem por busca abordar tópicos das ciências criminais relacionadas a local de crime, exemplificando conceitos técnicos na identificação e coleta de vestígios.

Foi apresentado aos peritos o recém-formado Instituto de Genética Forense-IGF e técnicas de coleta de amostras de DNA em local de crime, propondo uma busca dos suspeitos na Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos -CODIS.

“Nossa visão é capacitar os peritos criminais, nossos instrutores são gabaritados a nível nacional, tudo voltado à perícia, melhorando o trabalho”, disse Cristiano Fontenelle.

Tópicos Abordados

Isolamento de Local de Crime– correta prevenção do local, sendo o primeiro procedimento da cadeia de custódia, palestra ministrada pela perita criminal do Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul, Joseli Pérez Baldasso;

Cadeia de Custodia-  o conjunto dos procedimentos utilizados para documentar a história cronológica dos vestígios para rastrear sua posse e manuseio a partir do seu relacionamento até o descarte;

Manchas de Sangue- trazem informações importantes de como ocorreu o fato, a movimentação da vítima e do suspeito, ministrado pelo perito do ICRIM de São Paulo, Claudemir Rodrigues Dias Filho.

Medicina Legal- aplica aos conhecimentos da medicina as questões jurídicas, lecionado pelo diretor do IML de São Luís, José Ribamar Wanderley de Souza Júnior.

Papiloscopia- identificação humana através das papilas dérmicas existentes na palma das mãos e sola dos pés, ministrada pelo diretor do Instituto de Identificação do Maranhão, Lúcio Flavio Cavalcante;

Genética Forense – área de conhecimento que trata da utilização dos conhecimentos e técnicas de genética e de biologia molecular no auxílio à justiça, ministrado pela Diretora do Instituto de Genética Forense de São Luís, Christhiane Pinto Cutrim;

Balística – estuda armas de fogo, munição, fenômenos e feitos de tiro, no que tiverem de útil ao esclarecimento e a prova de interesse jurídico, pelo Diretor do Centro de Custódia de Vestígios do Maranhão, Joelkson Diniz Ribeiro.

Aurélio Araújo, enfatizou aos formandos que, “Apliquem os conhecimentos adquiridos nas atividades de rotina profissional, aprimorando ainda mais a qualidade dos laudos periciais e que multipliquem nas suas unidades de trabalho o que foi adquirido até aqui”.

O conhecimento para a Polícia Técnico- Científica do Maranhão é a base do trabalho desenvolvido e a integração de todos os institutos vinculados à Superintendência. Por outro lado, a participação da Polícia Federal foi muito importante, com instrutores renomados e até mesmo alunos.

O superintendente Miguel Alves explicou que, “A importância do nosso trabalho é a ciência e tem que chegar a resultados positivos, a partir de conhecimentos únicos e em qualquer lugar em que esta seja aplicada”.

Carolina Gomes/ASCOM SSP-MA