Polícia Civil apresenta suspeito de incendiar coletivo em São Luís

Policiais civis prenderam, na noite de terça-feira (24), no município de Mirinzal, na Baixada Maranhense, Cauê Gustavo Santos de Castro, 18 anos. Ele é suspeito de participar do incêndio a um ônibus, em São Luís, no bairro do Turu, no último domingo (22). Com a prisão de Cauê Gustavo já foram presas mais de 60 pessoas nas operações realizadas para combater os ataques a coletivos em São Luís.

A operação da Polícia Civil que levou a prisão de Cauê Gustavo Santos de Castro foi realizada pelas equipes da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic), com o apoio da Polícia Militar. O delegado Ney Anderson – do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO), setor vinculado a Seic – explicou que a localização do suspeito foi possível a partir de denúncias anônimas.DSC_3494

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, afirmou que as atividades policiais prosseguem com o objetivo de localizar os demais envolvidos nos incêndios a ônibus na capital maranhense. Ele explicou que a participação da Força Nacional nas atividades é importante e que esse contingente trabalhará em pontos estratégicos e fixos, auxiliando as operações da Polícia Militar e as investigações da Polícia Civil.

Anselmo Oliveira – Ascom SSP