Jefferson Portela participa de aula inaugural do II Curso de Operações de Choque em São Luís

Foto: Nilson Figueiredo

Nas primeiras horas da manhã de quarta-feira (18), no Palácio Henrique de La Roque, o Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, declarou abertos os trabalhos da aula inaugural do II Curso de Operações de Choque.

O Coronel Emmanuel Queiroz Leão Braga, Comandante das Missões Especiais da Policia Militar do Pará, ministrou a aula inaugural abordando as problemáticas e providências em rebeliões e distúrbios dentro do sistema prisional. Falou ainda das missões das tropas de Choque no controle de distúrbio civil no sistema carcerário, fundamentado na disciplina, organização e força. 

No ano de 2010 foi realizado o I Curso de Operações de Choque (COPC), tendo como coordenador o atual Comandante Geral da PMMA, Cel. Pereira. Neste ano estava como comandante da unidade e teve como finalidade capacitar operadores de choque para atuarem em missões especificas do batalhão.

Após a realização do I COPC, dezesseis policiais militares concluíram com êxito o curso ministrado em outras instituições como em Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Policia Militar do Rio Grande do Norte e Bahia, além da, Força Nacional de Segurança Pública.

O II Curso de Operações de Choque terá carga horária de 507 (quinhentas e sete) horas/aulas. As instruções serão ministradas por oficiais e praças da PMMA e do Corpo de Bombeiros do Maranhão, nos períodos da manhã tarde e noite. Serão 50 dias de curso com turma de 45 policiais militares, sendo um da PM do estado do Piauí e outro do Acre.

O objetivo é aprimorar o formando nas mais variadas disciplinas, tais como: Técnicas e Táticas de Controle de Distúrbios Civis CDC, Atuação em Estabelecimento Prisional, Gerenciamento de Crise, Abordagem, Reintegração de Posse em Área Rural e Urbana, entre outras.

O Comandante Geral, Cel. Pereira, destacou a importância da capacitação dos policiais militares. “Pretendemos alcançar todos os policiais militares com cursos de qualificação. Nossas ações foram fortalecidas com diversos cursos ofertados, estruturação com equipamentos e armamentos de grosso calibre, adquiridos pelo governo do estado”.

Implantação das UTC

O Coronel Pereira, falou de implantar mais Unidades Táticas das Cidades – UTC, visando combater a criminalidade em situações de assalto a banco e ocorrências de grande vulto.

O Secretário de Segurança Pública, Jeferson Portela, enfatizou a busca do governo do estado em aprimorar o Sistema de Segurança Pública, estruturando e valorizando o serviço policial. O secretário disse ainda que, o governo não pode dar trégua contra a criminalidade e diuturnamente vai combater o crime organizado em todas as suas esferas de atuação.