BOPE NAS RUAS

O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) criado no mês de agosto de 2017, comandado pelo Tenente Coronel Sodré, é uma força de intervenção da Polícia Militar do Estado do Maranhão, responsável por atuar em situações críticas, sendo a reserva tática de pronto emprego da Corporação. Seu efetivo é voluntário, formado por policiais de elevado preparo técnico, tático e psicológico e desde o último dia (12), estão nas ruas, fazendo rondas em áreas predestinadas pelo comandante, dando apoio às rondas diárias, realizando abordagens a veículos e pessoas suspeitas, localizando armas, drogas, suspeitos de integrar facções além de levar mais segurança para a população maranhense.
Com o objetivo de levar a comunidade mais autoconfiança, todas as unidades estão nas ruas. Tem viaturas da COE rodando no período da manhã e tarde, viatura do CATE e do COSAR no período noturno (19h00 às 6h00), todos os dias nas áreas que são pré-definidas e pré-determinadas. A escolha da localidade é de acordo com a demanda de ocorrências. Também foram enviadas viaturas do Batalhão para o interior do Estado a fim de realizar patrulhas e rondas por toda a área onde se tem o maior índice de ocorrências; viaturas do CHOQUE, da ROTAM, do CATE, do COSAR e da COE, já estão à disposição.
O BOPE é subdividido em unidades especializadas para combater os crimes de mais alta complexidade são elas: a Companhia de Operações Especiais (COE), o Comando de Ações Táticas Especiais (CATE), o Comando de Sobrevivência em Área Rural (COSAR) e a Ronda Ostensiva Tática Móvel (ROTAM). Cada uma foi criada para finalidades específicas e que se complementam. É por meio dessas unidades que cada tipo de operação é direcionada ao seu respectivo grupo.
A COE faz patrulhamento em área de alto risco; um bairro, por exemplo, que tem um alto índice de criminalidade seria missão para eles se deslocarem até o local e realizarem operações especiais  naquela região; o CATE é responsável pelas ocorrências não rotineiras, ou seja, àquela em que uma viatura de área não tem condições de resolver por si só, como as ocorrências que envolvem resgate de refém; ocorrências com explosivos, com salvamento em altura, negociação, atirador de elite, nessas situações eles agem com toda a sua eficiência e agilidade sempre buscando os melhores resultados; o COSAR opera principalmente no interior do estado, realizando serviços tanto preventivos como repressivo, referente a assalto a banco ou ocorrências que envolvem quaisquer tipos de instituições bancárias e a ROTAM,  que além do patrulhamento das grandes avenidas, realiza incursões dentro dos bairros.
“A força e a Mística das tropas especiais vem da audácia e ousadia do homem em transformar o impossível numa forma real de ação” afirma, Nasser Jadão Segundo, 1° Ten QOPM Cmt do CATE.
Carla Andrade – Ascom SSP