Solenidade da Polícia Civil, com a presença do Governador, resgata homenagens à toda a classe da Polícia Civil

A Polícia Civil do Maranhão realizou na manhã desta quarta-feira (10), por volta das 9h, na Fábrica de recepções, a solenidade Alusiva ao dia Nacional da Criação da Polícia Civil. O evento contou com a presença do Governador Flávio Dino, do Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela, do Delegado Geral de Polícia Civil Lawrence Melo e demais autoridades. Na oportunidade comemorativa, aconteceu a entrega da Medalha Ponte Miranda a diversas autoridades e ainda a entrega de medalhas de 10, 20, 30 anos, pelos relevantes serviços à Polícia Civil do Maranhão.

Durante a solenidade Alusiva ao dia Nacional da Criação da Polícia Civil foi bastante emocionada, por conta de um resgate em homenagem aos policiais, algo que há muitos anos não vinha acontecendo no Estado.  Cerca de 34 medalhas foram entregues à diversas autoridades. A entrega da Medalha Ponte Miranda é a maior comenda concedida pela Polícia Civil do Estado do Maranhão, em reconhecimento ao trabalho dos cidadãos, os quais contribuíram para o engrandecimento da Polícia Civil do Maranhão e ainda por conta do aos relevantes serviços prestados à ordem, à segurança e à tranquilidade pública no exercício de suas funções. Os homenageados colaboraram à Polícia Civil de forma significativa.

Inicialmente o Delegado Geral do Maranhão, Lawrence Melo entregou as medalhas Ponte de Miranda ao Governador Flávio Dino; O secretário de segurança Jefferson Portela entregou a Medalha Ponte Miranda ao Procurador Geral de Justiça do Maranhão, Luís Gonzaga Martins Coelho; Marco Aurélio Cordeiro Rodrigues, Promotor de Justiça do Ministério Público do MA; ao Delegado Geral de Polícia Civil, Lawrence Melo, ao Subcomandante da Polícia Militar, o Cel. Jorge Luongo, representando o Comandante da Policia Militar, o Cel. José Frederico Pereira; Comandante do Corpo de Bombeiros, Célio Roberto.

Foram homenageados ainda ao receberem a Medalha Ponte Miranda, a Chefe da UDAI, Rizza Cristiane Caldas Oliveira (UDAI); Diretor Geral do Jornal Pequeno, Lorival Bogéa; Delegado Maymone Barros; Superintendente da SPCI e coordenador executivo do Pacto Pela Paz, Delegado Dicival Gonçalves; Superintendente da SPCC, o delegado Armando Pacheco; Delegado André Luis Gossain; Diretor da Academia de Polícia, o Delegado Aurélio Queiroz Filho; Delegado regional de Imperatriz, Eduardo Galvão; Superintendente da SEIC, Tiago Matos Bardal; Superintendente da SPTC, o Perito Miguel Alves; Perito Criminal João Paulo Pierote e demais autoridades.

Homenageados Post Mortem com a Medalha Ponte de Miranda, a Investigadora de Polícia Civil, Iran Cerqueira Santos e a Escrivã Loane Maranhão (Escrivã)

Homenageados aos 10,20,30 anos de serviços à Polícia Civil

Receberam condecoração do mérito também, os policiais civis por apresentarem conduta irrepreensível e moral inabalável, após respectivamente 10,20,30 anos pelos relevantes serviços prestados à Polícia Civil, os delegados Agnaldo Timóteo Carvalho; Antônio Carlos Martins, Adriana Amarante, Jarlingson Freire, Jefferson portela Couto Jr., Leonardo Diniz, Roberto Wagner, Rodson Almeida, Marcio Araújo, Saulo Everton e demais delegados. Foram homenageados ainda com a mesma medalha, os Investigadores, Escrivães e Peritos Criminais: Osman Bacellar Neto, Fábio Henrique Pereira, Maria Santana, João Alfredo Ferreira Sá, Antônio Joaquim Filho, Fábio Alex Reis, Nilo Eduardo Cardoso, Araney Rabelo, Fábio Sérgio, Paulo Sérgio Ferreira e demais Delegados, Investigadores, Escrivães e Peritos.

O Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela, presente na solenidade, de forma elogiosa ressaltou de forma engrandecido, que, “Estamos aqui não apenas para comemorar mudanças na Polícia Civil, mas também comemorar mudanças de rumo, de destino, para o povo maranhense, pela vida proporcionada nos lugares mais distantes, nas escolas de taipas, nas urbanizações das ruas, na iluminação pública que chega à todos, do saneamento básico, da saúde com qualidade que chega aos lugares mais distantes do Estado Maranhão. É bom saber de tudo isso governador, desse conjunto de obras de natureza pública, e não para atendimento de interesses privados, políticos e eleitoreiras, de má sorte. É bom saber, que também nisso, se evolui a instituição da Polícia Civil, É bom saber governador, que com a correção da realidade social, os índices de crimes violentos diminuíram. A Polícia Brasileira luta contra uma grande sombra, mas esta grande sombra é aumentada pelos desvios e todos sabem! É bom saber que as concepções que não entendem, o poder como algo a serviço de todos, saiam do ninho. Quando isso aconteceu uma vez, foi no ano de 2008, com a presença do senhor governador Jackson Lago e do ex-governador José Reinaldo. Peço a eles uma salva de palmas, primeiro pelo curto tempo de regência governamental, e segundo, porque foi o governador, que sancionou o estatuto da Polícia Civil”, ressaltou o Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Na solenidade, o Delegado Geral de Polícia Civil do Maranhão, Lawrence Melo, em agradecimentos aos policiais civil do Maranhão pela solenidade em andamento. Ele agradeceu a presença de maneira formal e presencial aqui, Agradeço o Governador Flávio Dino, o Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela e o Procurador Geral de Justiça do Maranhão, Luís Gonzaga Martins Coelho, o Comandante do Corpo de Bombeiro, Célio Roberto, a Subdelegada Francisca Adriana Amarante e demais autoridades. O Delegado Geral ponderou “Estamos realizando um resgate histórico e dando valor pela dedicação exclusiva. Aqui está acontecendo um resgate da maneira sublime.  Quero aqui explanar um muito obrigado pelos serviços prestados dos policiais à sociedade. Obrigado por integrarem presencialmente esta instituição, pela integração presencial. Os vossos serviços pela Polícia Civil estão reduzindo em 29% os crimes de homicídios no Estado. A comemoração no Dia Nacional alusiva ao dia Nacional da Criação da Polícia Civil é justa para todos nós, os quais saímos todos os dias de suas casas, no sentido de travar uma luta incansável, para proteger e garantir a segurança da Sociedade. “O empenho da Polícia Civil vem ajudando a reduzir nossos índices de violência, principalmente nos números de homicídios”, finalizou o Delegado Geral.

Partícipe da solenidade em homenagem ao Dia Nacional da Polícia Civil, o Governador Flávio Dino mensurou, que Nos dias de hoje, as forças de segurança estão trilhando um caminho progressivo e amplo, de forma operacional, ressaltando, os serviços da Polícia Civil e Militar do Maranhão. O Governador do Maranhão destacou ainda, que “Tendo como referência, o atual cenário econômico, que o um governo que se preza não pode ser irresponsável, demagogo e prepotente ao lançar a empreitadas que o Maranhão não venha a suporta, e é fato que isso não é compreendido. É com muito gosto que fiz questão de estar neste evento, pois o reconhecimento é combustível para a vida” enfatizou Dino. Ele encerrou sua participação fazendo um balanço nos avanços da pasta da segurança, citando os novos policiais inseridos ao sistema, a meta de chegar a 700 viaturas até o final de 2017 e equipamentos para o uso na segurança pública”, finalizou o governador.

Presentes ainda na mesa de autoridades, Murilo Andrade de Oliveira, Secretário de Estado de Administração Penitenciária; Defensor Público Geral do Estado, Werther De Morais Lima Junior e ainda o Secretário de Segurança Municipal, o delegado Breno Galdino de Araújo.

Mauro Wagner  – ASCOM/SSP