Secretaria de Segurança participa do Projeto Parceiros da Paz em Imperatriz

Fonte: Ascom / SSP

A Secretaria de Segurança Pública foi representada pelo Subsecretário Adjunto de Segurança Pública Saulo Ewerton, em um encontro na sede das Promotorias de Justiça de Imperatriz-MA, em representação ao Secretário de Segurança Jefferson Portela. A visita aconteceu na sexta-feira passada (07), onde foi fomentado o Projeto Parceiros da Paz, que visa o combate e o empenho do Maranhão na Prevenção às Drogas.

De acordo com o Subsecretário Adjunto, “A campanha do Projeto Parceiros da Paz, é formada pelo Ministério Público, Tribunal de Justiça e tem o apoio do Governo do Maranhão, através da Secretaria de Segurança (SSP), dentre ainda outras instituições, onde buscamos alinhar os propósitos da campanha ao Programa Pacto Pela Paz, este destinado a promover e apoiar esforços das instituições públicas, entidades da sociedade civil e cidadãos, visando a redução da violência e a difusão de uma cultura de paz, para o Estado do Maranhão”, considerou Saulo Ewerton.

Na oportunidade, durante o evento, o Procurador Geral de Justiça, Dr. Luiz Gonzaga, ratificando a parceria entre o Ministério Público e a Secretaria de Segurança Pública (SSP), referenciou sobre o termo de cooperação técnica entre as duas Instituições, efetivando a entrega ao Sistema de Segurança Pública, com destinação à Polícia Civil, mais precisamente às Unidades de Imperatriz-MA, a quantidade de 29 equipamentos de tecnologia audiovisual, que visam consolidar a persecução penal, sobretudo nos procedimentos investigativos realizados naquela circunscrição.

Estiverem também presentes ao evento o Tenente Coronel Ilmar (Comandante do 3º BPM); o Delegado de Polícia Civil Diego Schiavinni (da Regional de Polícia Civil de Imperatriz-MA); o Juiz Júlio César Prazeres (representando o Presidente do TJMA); o Comandante do 50 BIS; Delegados de Polícia Civil; Peritos, Investigadores; Escrivães; Policiais Militares; Promotores de Justiça; Juízes de Direito, representantes e políticos da região Tocantina, e ainda a sociedade civil em geral.