Polícia Civil prende 20 suspeitos de integrar organização criminosa em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), em operação conjunta com o 15º distrito policial, equipes da seccional leste e do Centro Tático Aéreo (CTA) conseguiram prender na manhã da desta quarta-feira (1), 20 suspeitos e apreender 2 menores de idade, todos suspeitos de integrar uma organização que atuava no bairro Vila Funil, em São Luís.

Uma investigação foi iniciada para apurar a suposta atuação de uma organização criminosa que predominava no bairro Vila Funil e adjacências. Ainda de acordo com polícia, o bando era responsável por cometer vários crimes na região, principalmente assaltos a coletivos na BR-135, roubo a residências e tráfico de drogas. Além disso, o bando seria suspeito de expulsar moradores da comunidade para ampliar o potencial da criminalidade.

A operação batizada de “Área Leste Segura” contou com a participação de 100 homens da Polícia Civil, que cumpriram 25 mandados de prisões   preventivas. Entre as prisões, está a de Marco Antônio Rodrigues Corrêa, vulgo “ Marquinhos Satã”, apontado como um dos líderes do bando.

Essa é a segunda intervenção policial realizada no bairro da Vila Funil este ano, em junho, uma megaoperação entre a Polícia Civil e Militar que visava reintegrar famílias a comunidade que teriam sido expulsas, resultou na prisão de 23 suspeitos de participar da quadrilha e no cumprimento de 14 mandados de busca e apreensão.

O resultado da operação foi apresentado durante uma coletiva de imprensa realizada na sede da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, que contou com a presença do Delegado Geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz, do Superintendente de Polícia Civil da Capital (SPCC) Armando Pacheco e do Delegado Titular do 15º distrito polícia do bairro São Raimundo, Jorge Pacheco  “Ações desse calibre devem ser desenvolvidas constantemente visando combater à criminalidade na região metropolitana de São Luís”, destacou o Delegado Geral.