Polícia Civil e Militar realiza Operação sem Trégua na região do Maiobão

A Polícia Civil e a Polícia Militar do Maranhão realizaram na tarde desta quarta-feira (12), uma operação denominada “Operação sem Trégua”, onde resultou na prisão em flagrante delito de um acusado com a posse de armas de fogo e na condução coecirtiva de quatro pessoas. A operação iniciou por volta das 6:00h da manhã, na região do Maiobão e adjacências, mas continuará no sentido de realizar demais mandados de Cumprimentos de Busca e Apreensão.

A primeira etapa da Operação Sem Trégua objetivou no Cumprimento de Mandados de Busca e Apreensão, onde fora cumpridos na área de circunscrição da delegacia do Maiobão, tendo sido cumpridos 09 mandados de busca e apreensão, com o objetivo de apreender armas e drogas.

O delegado da Seccional Leste, José Henrique Mesquita informou, que a operação sem trégua é apenas a primeira etapa, das demais que acontecerão na região. Durante as ações na região foi preso o acusado Lindomar Mendanha Duarte, onde com ele foi apreendido duas armas de fogo, sendo uma 380 e uma espingarda de calibre 12, com dois cartuchos. Fora apreendido ainda, uma munição de calibre .40.

Duas prisões e 04 conduções coercitivas

O delegado ressaltou ainda, que aconteceu também, um mandado de prisão por sentença condenatória por roubo em desfavor de Marinilson da Silva Santos; bem como foram conduzidas coercitivamente, quatro pessoas, a fim de prestarem esclarecimentos nos autos de inquérito policial que tramitam na Depol Maiobão. Os suspeitos serão ouvidos, no sentido de serem indiciados pelos crimes lhes imputados.

A Operação da Polícia Civil, denominada Operação Sem Tréguas adveio da coordenação da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), na pessoa do superintendente Armando Pachêco, envolvendo o delegado da Seccional Leste, José Henrique Mesquita; a delegada titular da Delegacia Especial do Maiobão. Maria Eunice; Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) e demais unidades vinculadas à SPCC e ainda a participação do Batalhão do Choque e Grupo Tático Móvel do Cepam II.

Por Mauro Wagner – Ascom SSP