Investigação da Polícia Civil culmina na prisão de vereadores em Centro Novo do Maranhão

 

Por Mauro Wagner – ASCOM/SSP

Realizando o combate contra as ações criminosas na compra de votos para a eleição na câmara de vereadores de Centro Novo, a Polícia Civil por conta da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (SECCOR) e o Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) realizou a prisão do presidente da Câmara de vereadores, Sinomar Farias Vieira e a vereadora Robevânia Maria da Silva. A prisão dos mesmos aconteceu em suas residências por envolvimento à compras de votos para a eleição da mesa diretora da câmara de vereadores.

As investigações da Polícia Civil que culminou na prisão dos envolvidos, aconteceram por meio da SECCOR, onde apontou o envolvimento dos suspeitos por conta de crimes de supostas compras de votos para a eleição da Mesa Diretora da Câmara de vereadores de Centro Novo. Durante as investigações foram descobertos indícios de que os acusados estão arrolados em crimes contra a prefeitura do município de Centro Novo do Maranhão.

Mandados de Busca e Apreensão e Mandado de Prisão

As prisões por intermédio da SECCOR, em parceria com o Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), que integra o Ministério Público aconteceu na manhã desta terça feira (27), na Cidade de Centro Novo do Maranhão, culminando na prisão dos acusados. As prisões sucederam pelos Mandados de Busca e Apreensão e Mandados de Prisão dos acusados Sinomar Farias Vieira e a vereadora Robevânia Maria da Silva.

O Superintendente da SECOR, Roberto Vagner Fortes repassou que “As investigações que resultou na prisão dos mesmos, incidiu pela suposta compra de votos para a eleição da Mesa Diretora da Câmara de vereadores, do município de Centro Novo do Maranhão”. As investigações irão continuar, no sentido de descobrir, se há outros envolvidos nesta ação criminosa.