Delegada Especial da Mulher em Pedreiras-MA, prende acusado de estupro de vulnerável

A delegacia especial da mulher de Pedreiras, sob o comando da delegada Marília Vasconcelos de Moraes,  representou pela prisão temporária de Laudecy de Sousa Ferreira em razão da prática de estupro de vulnerável (art. 217-A,  caput do CP) contra a neta de 01 ano,  no Povoado Pacas.  A prisão foi cumprida no dia 17/08/2016 o suspeito negou a prática do crime. A ocorrência do abuso sexual foi comprovada após a realização do exame de conjunção carnal.  O preso foi encaminhado ao Presidio de Pedreiras,  ficando à disposição da Justiça.
A delegada Marília Vasconcelos,  vem realizando um bom trabalho a frente da DEM em Pedreiras-MA, Além de investigar e prender aqueles que insistem em cometer crime de violência doméstica, faz  também, o acompanhamento das medidas protetivas concedidas  as mulheres que solicitaram essas medidas protetivas de urgência como por exemplo: Afastamento do agressor do lar,  proibição de aproximação do agressor com a vitima  dentre outras medidas.
As mulheres vítimas da violência doméstica.  recebem visitas em suas residências dos policiais civis e da Secretaria da Mulher de Pedreiras.  Além das visitas,  essas mulheres preenchem um questionário que visa apurar a efetividade das medidas protetivas,  a necessidade de acompanhamento psicológico ou de assistente social,  bem como de advogado. Este questionário também está mapeando a violência doméstica,  com o local mais frequente deste tipo de crime e com o perfil do agressor. Disse a delegada.
1a77d162-23a0-4348-89e9-8e6c02de4031
Segundo Dra. Marília, o próximo passo é realizar projetos nos bairros onde esta violência se apresenta de maneira crescente fazendo um trabalho direcionado aos agressores. Para tanto, contaremos com o apoio do Conselho Tutelar,  Secretaria da Mulher,  Poder Judiciário e Ministério Público,  pois todos atuam em parceria.
Com estas visitas realizadas nas residências das vítimas,  o Estado se mostra presente e preocupado com a violência doméstica,  inclusive nos antecipamos quanto a um eventual descumprimento das medidas protetivas de urgência e representamos pela prisão preventiva.  Este projeto de “patrulha da lei Maria da Penha” teve início em janeiro do corrente ano e vem surtindo os efeitos desejados,  quais sejam,  o esclarecimento das mulheres quanto aos seus direitos e a inibição da prática de novos atos de violência doméstica. Concluiu
Falou que no encerramento da Semana da Mulher  houve um evento voltado à valorização da mulher, com a iniciativa do Tribunal de Justiça do Maranhão que disponibilizou serviços de saúde,  segunda via de documentos,  atendimento jurídico e houve a realização de palestras,  além de atrações culturais. A delegada da mulher de Pedreiras abordou o tema “cultura do estupro” e participou de um bate papo com a rede de atendimento à mulher,  esclarecendo acerca das medidas protetivas de urgência. este é o trabalho que vem sendo feito Pela Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia Especial da Mulher em Pedreiras, que tem como titular a competente delegada  Marília Vasconcelos.
 Por/Stenio Johnny ASCOM SSP
 ASSISTA AQUI, ENTREVISTA DA DELEGADA MARÍLIA, SOBRE A PRISÃO DE
UM ELEMENTO EM ZÉ DOCA-MA NO MÊS DE JULHO DE 2016.