Polícias Civil e Militar prendem criminosos na região de Penalva

Em prosseguimento às ações das forças de segurança, a Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Penalva, pertencente a 6° delegacia de Polícia Civil de Viana, com o apoio operacional da Polícia Militar, prendeu nesta quarta-feira (03), por volta das 8h, no Centro de Penalva, o acusado Carlos Henrique Pereira Marinho, vulgarmente conhecido como “Caíque”. Ele foi preso pelo crime de roubo. Outra prisão no mesmo município e data, deu-se contra Lucas de Jesus Nogueira Pinto, pelo crime de tráfico de entorpecentes.

As informações repassadas foram que a prisão contra Carlos Henrique Pereira Marinho aconteceu por conta do Cumprimento ao Mandado de Prisão Temporária, expedido pela comarca de Penalva/MA. De acordo com o apurado, ele foi preso por se envolver em um roubo, que ocorreu aproximadamente há 10 dias atrás. Além de Carlos Henrique, estava envolvido ainda outros quatros indivíduos, todos já identificados. Durante a ação criminosa foram subtraídos 10 mil reais em joias, uma moto e um celular.

Durante a prisão, Carlos Henrique, o Caíque foi surpreendido portando uma pistola calibre 380, a qual foi utilizada no assalto. Carlos Henrique foi autuado pelo crime estampado no artigo 157, parágrafo 2, incisos I e II do Código Penal, e encontra-se custodiado à disposição da Justiça.

Mais prisão pela Polícia Civil e Militar

A outra prisão aconteceu contra Jesus Nogueira Pinto, ao ser preso na mesma data, pela Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Penalva, pertencente a 6° delegacia de Viana. A prisão contou ainda, com o apoio operacional da Polícia Militar. Ele foi preso em flagrante pelo crime do artigo 33 da lei 11.343, bem como artigo 12 da lei 10.826. Durante operação Policial, os policiais receberam a informação de que o indivíduo estaria de posse de substância entorpecentes, bem como uma arma de fogo.

Após as investigações, as equipes se deslocaram até o local e o prenderam em flagrante. Com ele foi encontrado 18 papelotes grandes de maconha e uma arma de fogo artesanal. O acusado está custodiado à disposição da Justiça.

Mauro Wagner – ASCOM/SSP