Polícia Civil deflagra operação “Semana Santa” contra o tráfico de drogas em Santa Inês

No objetivo de coibir e combater a criminalidade na região de Santa Inês, a Polícia Civil através da Superintendência Estadual de Investigação Criminal (Seic) e da 7ª Delegacia Regional de Santa Inês deflagraram no último sábado a operação “Semana Santa”, onde foram montadas várias barreiras na BR 222, no intuito de vistoriar veículos e seus ocupantes que trafegavam por aquela via de grande movimentação.

Além das equipes da Polícia Civil do Maranhão, o trabalho ainda contou com apoio da Polícia Rodoviária Federal trabalho este que culminou na apreensão de 4,5 quilos de uma substância similar a maconha, a foi localizada na mochila de uma passageira de um ônibus que vinha de Imperatriz com destino a capital maranhense, São Luís. A droga estava em responsabilidade de Amanda Gleice Azevedo Colins, que alegou ser apenas a transportadora e que destinatário seria um indivíduo, onde receberia uma recompensa financeira pelo serviço. Foi dado voz de prisão em flagrante a mesma e conduzida até a delegacia para confecção dos procedimentos.

Ainda na operação, policiais lograram êxito em identificar os possíveis destinatários da droga, sendo avistado por meio de uma campana cinco suspeitos que estavam portando um revólver, logo foi feita uma abordagem aos indivíduos, os quais descumpriram a ordem tentando se evadir, sendo que um dos elementos realizou um disparo em direção a equipe da polícia, logo deu início a uma troca de tiro que resultou na morte de um suspeito e outro ferido na região do pé.

Após vistorias em uma residência, foram encontrados 60 papelotes de crack, além de uma pedra com peso relevante do mesmo entorpecente, 50 gramas de cocaína, vários apetrechos para acondicionar a droga, um revólver calibre 38, cinco munições, uma motocicleta com registro de roubada, vários aparelhos de celulares, contendo muitas informações de atos ilícitos.

Foram presos na ação realizada no Bairro Saback, Gustavo Silva Rodrigues, os irmãos Breno e Bruno Bezerra Gama e Gilvan Vieira da Silva, todos também conduzidos a delegacia regional de Santa Inês. O indivíduo que morreu durante o confronto foi identificado como Valmir da Silva Barroso, que estaria em liberdade a menos de 30 dias após sair do Presídio de Pedrinhas, onde cumpria pena por assalto.

Anselmo Oliveira – ASCOM/SSP