EM 17 DIAS DE OPERAÇOES, FORÇAS DE SEGURANÇA DO MARANHÃO APREEDERAM MAIS 35 TONELADAS DE MACONHA

Por Anselmo Oliveira / Ascom – SSP

Bastou um prazo de 17 dias do mês de maio, para três grandes apreensões de maconha nas cidades de Raposa, Paço do Lumiar, Alto Alegre do Maranhão e Santa Luzia, e as forças da segurança pública do Maranhão chegaram a marca histórica de apreensão de maconha, mais de 35 toneladas que saíram das mãos dos grandes traficantes entre os dias 15 e 24 de maio.

Relembre os Casos

Nos últimos dias 23 e 24 de maio , uma megaoperação conjunta entre a Polícias Civil , Militar e do Centro Tático Aéreo (CTA) visando a erradicação de plantio de maconha nas cidades de Santa Luzia e Alto Alegre do Pindaré , mas especificamente dentro de reservas indígenas , conseguiram incinerar 149.167 pés da droga ,  7 sacas de 140 quilos cada da erva prensada , 300 quilos do mesmo entorpecente seco e prensado, e 5 quilos de semente , totalizando 25.3 toneladas de drogas prontas para consumo e que contabilizaram um valor superior a 40 milhões de reais de prejuízo aos traficantes.

Já no dia (22) a Polícia Militar, por intermédio do 22º BPM, conseguiu apreender cerca de 130 quilos de maconha que estavam enterrados nos fundos de uma residência localizada Residência Armindo Reis, na cidade de Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís. Na ação foram presos em flagrante Maicon Magaiver Teixeira Siqueira, Bruno de Oliveira e Luiz Carlos dos Santos.

Por fim, a Polícia Civil por meio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) conseguiu apreender no dia (15), 280 quilos de maconha no município de Raposa.

Denúncias anônimas relatam que o Sitio localizado no bairro Farol do Araçagi, estaria servido de ponto de armazenagem e que o mesmo teria recebido um grande carregamento de entorpecentes. No local, a Polícia Civil prendeu em flagrante Paulo Lemilton Silva Lima, conhecido como “Cidinho”, de 47 anos de idade.

O número expressivo é resultado das operações desenvolvidas de forma conjuntas pelas policias, provando que a pasta da segurança pública vem afinando o trabalho e atuando de forma integrada, dentro de suas respetivas atribuições, resultando em ações rápidas e certeiras.