Culto ecumênico em agradecimento a Deus pelas ações do Pacto pela Paz é celebrado na SSP

SSP-Ascom

Em agradecimento a Deus pelas ações do Projeto Pacto pela Paz, fora realizado nesta sexta-feira (31), por volta das 09h:00, no auditório da SSP, um culto ecumênico; onde na oportunidade foram destacadas as várias frente de ação solidária nos bairros da capital e ainda nos diversos municípios. Fora destacado um apoio conjunto para o povoado Mato Grosso, zona rural de São Luís, onde jovens adolescentes foram mortos de forma criminosa, iniciando na ação imediata para resolver o caso, sucedendo na prisão do acusado, resultando também, não somente na prisão do criminoso, mas em ações de ajuda solidária voltada para a comunidade local.

A celebração do Culto Ecumênico contou com a presença do Secretário de Segurança Jefferson Portela, representantes das policia Civil e Militar, Membros da Maçonaria, das igrejas Evangélicas, Católicas e demais representantes das religiões, Conselheiros do Pacto Pela Paz e a comunidade em geral. Durante o evento foram destacadas as ações do Programa do Pacto Pela Paz, onde além das realizações das ações sociais nos bairros da capital e na efetivação dos Conselheiros Comunitários do Pacto pela Paz na capital e nos municípios, também destacou a solidariedade no povoado Mato Grosso, onde dois adolescentes foram mortos de forma criminosa, incidindo nas ações do Sistema de Segurança, onde além de suceder na prisão do criminoso. Posteriormente iniciou-se investimentos solidários em prol da comunidade do Mato Grosso, por meio do Programa Pacto pela, dentre estas realizações uma ação social neste sábado último, 25, na Unidade de Ensino Básico “Proteção de Jesus”.

Parceiros envolvidos nas ações solidárias no Programa do Pacto pela Paz

O Culto Ecumênico realizado no auditório Leofredo Ramos da SSP, pontuou diversos agradecimentos por conta das ações de solidariedade, onde relacionou diversos responsáveis, como a própria SSP, por conta do Programa Pacto Pela Paz; Corpo de Bombeiros Militar; Igrejas Evangélicas, Igrejas Católicas, Maçonaria; Ouvidoria da SSP; Secretaria dos Direitos Humanos; Câmara Municipal; SPTC; 24BIS; Prefeitura de São Luís; Defensoria Pública; Cruz Vermelha Coifeodonto; Pitágoras; CSC; Detran, Casa da Mulher Brasileira; SPTC; Corpo de Bombeiros; Polícia Civil, Polícia Militar e demais parceiros.

O Secretário de Segurança Jefferson Portela agradeceu a Deus pela presença dos presentes e enalteceu a coragem e força de vontade das duas mães das vítimas do Bairro do Mato Grosso, em ter buscado forças para lutar. “Quando estivemos no povoado do Mato Grosso, não considerei importante apenas na prisão do criminoso. Mas nós como poder público, tivemos a compreensão que poderíamos não apenas prender o criminoso. Mas no de dar ajuda necessária para o bairro. Levar solidariedade é muito maior que apenas mostrar a força contra as ações de crime. Atender as necessidades do povoado Mato Grosso é edificarmos obras em cima de palavras justas. A fraternidade não é fazer o mal, mas ajudar a ser solidário, esta é a expressão maior”, afirmou

O Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela, durante o evento expos, na importância de todos os parceiros envolvidos no empenho de ajudar a comunidade do Povoado do mato Grosso, para que pudesse ser amparado e recebesse, a ajuda necessária e de ajuda humanitária em prol da comunidade. Jefferson Portela pontuou ainda, na presença dos Capelães da Polícia Civil, Polícia Militar e do Sistema Penitenciário. O Secretário de Segurança analisou na importância dos mesmos para o Sistema de Segurança Pública. Ele parabenizou a ação do Governador Flávio Dino, em conceder a inclusão dos mesmos, no projeto solidário como capelães do Sistema de Segurança Pública, em prol das comunidades.

Presente também no Culto Ecuménico o Delegado Geral, Leonardo Diniz, que mencionou na importância do Programa Pacto pela Paz “Não há Segurança Pública sem ter a comunidade. Não há Pacto da Paz sem ter a presença das mães dos adolescentes que foram vítimas no Povoado Mato Grosso. Resolver os problemas e amparar as famílias é de importância ímpar, é o elo principal do Projeto do Pacto pela Paz”, destacou o Delegado Geral. Já o Coordenador Executivo do Pacto pela Paz, o Delegado Dicival Gonçalves agradeceu os presentes e agradeceu todo o apoio dispensado pelo Programa Pacto Pela Paz. “Agradeço a presença das mães dos dois jovens do Povoado Mato Grosso aqui presentes. Agradecemos a Deus pelo Projeto do Pacto pela Paz, por estar adentrando nas comunidades com o diálogo e os serviços tão necessários para as comunidades. Os crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) estão cada vez mais com grandes reduções. Não somente as ações contra a criminalidade, mas o atendimento às comunidades, proporcionando assim uma real condição contra os crimes contra a vida. Temos que externar a paz dentro das comunidades e levar as políticas de Segurança Pública.

No final do Culto Ecumênico foram entregues certificados para diversas autoridades presentes, pontuando a participação e cooperação em comum acordo com o Programa do Pacto pela Paz. Presentes ainda no Culto Ecuménico, o Comandante do Corpo de Bombeiros Militar, Cel. Celio Roberto; Representando o Comandante da Policia Militar, Tenente Damasceno; o Superintendente da SPTC, Miguel Alves; Superintendente da SPCC, Adriana Amarante; Representando a Câmara de Vereadores, o vereador Ricardo Diniz; Representando o Secretário dos Direitos Humanos, Francisco Gonçalves, SubCoordenadora do Pacto pela Paz, Mary Maia; Delegados, Comandantes e demais autoridades e membros da sociedade civil organizada.