Comandante geral faz homenagem a policiais da CPTur por salvarem homem que tentava contra própria vida

A madrugada do ultimo dia 04 de fevereiro vai ficar por muito tempo na memória dos policias militares da Companhia de Policiamento Turístico – CPTur que evitaram o suicídio de um jovem de 18 anos que iria se jogar da marquise que fica sobre a rampa que dá acesso ao Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado do Maranhão, em São Luis. A ação dos PMs ganhou grande repercussão nas redes sociais e mídia em geral do Maranhão e de outros Estados do Brasil.

Os policiais da guarnição que participaram da ação foram recebidos com um café da manhã pelo comandante geral da PM, coronel Frederico Pereira, na manhã de segunda-feira (06). Também participaram o subcomandante geral, coronel Jorge Allen Guerra Luongo, o comandante da CPTur, tenente-coronel Roberto Moreira, e oficiais da corporação.

Para o comandante geral os policiais demonstraram preparo e profissionalismo ao negociar com o homem, o que resultou no controle da situação que teve desfecho em resultado positivo. “Os policiais agiram com profissionalismo no gerenciamento da situação, obtendo controle e salvaram uma vida”, destacou o comandante.

Segundo o comandante da CPTur a guarnição agiu de forma eficiente desde a primeira abordagem, passando pelo posicionamento da viatura  até o diálogo desenvolvido pelo policial militar que interveio na situação. Toda ação foi filmada por um dos policiais.

A guarnição da ocorrência era composta pelo cabo Fróes e soldados L. Moraes, F. Júnior, e Nascimento. O cabo Fróes foi o responsável pelo diálogo com o homem que estava querendo atentar com sua própria vida. O militar já havia participado com êxito no ano de 2008 de uma situação semelhante em que um homem tentava se jogar de uma torre de telefonia na cidade de Rosário, distante aproximadamente 70km da capital maranhense.

Cabo Fróes disse ainda que, inicialmente, buscou transmitir segurança e aos poucos foi se aproximando do local, evitando que ele se jogasse.

“Para mim foi uma alegria indescritível quando entregamos o Carlos aos seus familiares”, finalizou o PM.

Fonte: 5ª Seção da Policia Militar