Polícia Civil apreende entorpecentes na Forquilha, avaliados em R$ 60 mil reais

Foto: Nilson Figueiredo

Por Mauro Wagner / Ascom – SSP

A Polícia Civil por conta da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), prendeu no final da tarde desta quarta-feira, (21), o acusado Francisco Lopes, 43 anos, conhecido por “Chico Bia”. Ele foi preso no bairro da forquilha, quando estava em uma quitinete, com cerca de 15kg de maconha prensada e 09 invólucros de uma substância, com aparência de ser cocaína.

O suspeito Francisco Lopes fora apresentado na Senarc, na manhã desta quinta-feira, por volta das 10hs, pelo crime de tráfico de entorpecentes. Francisco Lopes fora denunciado por conta do aplicativo da Senarc 98 9 9163 4899, onde informaram que ele estava comercializando entorpecentes no local. A partir da denúncia foi montado um monitoramento, onde culminou com a prisão dele, em uma quitinete, nas proximidades do bairro da Forquilha.

Durante a apresentação na Senarc, o Superintendente da Senarc, o Delegado Breno Galdino repassou, que o acusado Francisco Lopes, o Chico Bia, fora denunciado pelo aplicativo do Senarc. Houve um monitoramento acerca da ação policial, onde resultou na prisão do mesmo. O Francisco Lopes já fora preso anteriormente, pelo mesmo crime de tráfico de entorpecentes”, ponderou o superintendente. Os entorpecentes apreendidos estão avaliados em cerca de R$ 60 mil reais.

Presente ainda na Senarc, o Delegado Jean Algarves, que participou da operação, ressaltou que a prisão do Francisco Lopes contou com uma investigação, resultante de uma denúncia, advindo pelo WhataApp da Senarc. Após a denúncia, realizamos a campana e conseguimos identificar o suspeito, nas proximidades do campo. Ele sempre estava apressado, indo e vindo, e com várias sacolas na mão. Ele residia em uma kitinete e guardava os entorpecentes em uma outra quitinete. Nesta quitinete que estava guardada a droga, não havia móveis, apenas os entorpecentes no local. No andamento das investigações, iremos descobrir os outros envolvidos na ação criminosa”, pontuou o delegado.

Após formulado o flagrante deleito, Francisco Lopes foi autuado em flagrante delito, pelo crime de tráfico de entorpecentes. Após as providências cabíveis, ele foi encaminhado para o Sistema Penitenciário de Pedrinhas, para permanecer à disposição da Justiça.