OPERAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR NEUTRALIZA ORGANIZAÇÃO QUE ATUAVA EM ZONA RURAL DE SÃO LUÍS

Anselmo Oliveira – ASCOM SSP

Durante uma megaoperação deflagrada nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (7), a Polícia Militar por intermédio do 1º e 21º BPM com auxílio do Grupo de Serviço Avançado (GSA) conseguiu prender 6(seis) pessoas, além de apreender 3(três) menores de idade, todos suspeitos de integrarem uma organização criminoso que atuava nas Vilas Cabral e Progresso, zona rural de São Luís.

Segundo as investigações, a organização seria responsável de expulsar moradores da região com o objetivo de expandir suas ações criminosas. Ainda de acordo com as autoridades policiais, denúncias anônimas foram realizadas por moradores relatando a onda de crimes na região, e posteriormente um plano estratégico montado pelo serviço de inteligência da Polícia Militar que conseguiu mapear os passos e executar a prisão da quadrilha.

 

Foram presos Wanderson Pires dos Santos (Fucinho), Jhon Keller da Cruz Aguiar, Kelysson Viegas Marques, Reylone da Cruz Aguiar, Romildo Aguiar Lima Filho e Lourielson Silva Sousa. Três menores foram apreendidos durante a operação, sendo que um, teria confessado ser o autor de pelo menos cinco homicídios.

Em uma das residências revistadas, a polícia encontrou uma pistola calibre .40, um revólver calibre 38, uma espingarda de fabricação artesanal calibre 12, munições de vários calibres, quatro coletes balísticos e uma porção de maconha. O caso foi registrado no 12 º Distrito Policial do bairro Maracanã.

 

O balanço da operação foi apresentado durante uma coletiva de imprensa realizada na sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado pelo Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Jorge Luongo; o Comandante do CPAM III, Coronel Edvaldo; o Comandante do 1º BPM, Major André e do Comandante do 21º BPM, Coronel Harlan. “ Mesmo com a péssima infraestrutura daquela localidade e cercada de uma vegetação fechada, nada impediu e nem impedirá as intensificações da Polícia Militar na localidade” frisou o Comandante do 21ºBPM.

Vale lembrar que em novembro do ano passado, outra operação similar foi executada pela Polícia Civil que prendeu 20 pessoas suspeitas de integrarem uma facção criminosa que administrava o tráfico de drogas, assaltos e expulsava moradores de suas residências na Vila Funil, também localizada na área rural da capital maranhense.