Futuros delegados participam de cumprimento de mandado de prisão no plantão da polícia civil das cajazeiras

Carolina Gomes – Ascom SSP

O plantão da polícia civil das Cajazeiras recebeu na noite do último sábado (17), a “Turma Bravo” de futuros delegados que compõe o quadro do curso de formação da Academia de Polícia Civil – ACADEPOL, aprovados no último concurso.

Sobre a orientação do delegado plantonista, Vilamar Alves, a turma pôde acompanhar o funcionamento do plantão tendo acesso as demandas constantes do local. E, foi assim que participaram de uma ação que culminou na prisão de um homem de altíssima periculosidade, já bastante conhecido pela polícia e integrante de uma associação criminosa. O indivíduo preso é suspeito na tentativa de homicídio ocorrida na última sexta-feira (16), no bairro de Fátima, em desfavor de um adolescente.

Com ajuda dos futuros delegados o dpc Vilamar representou pela prisão temporária do indivíduo, que foi aceito pelo Ministério Público e deferido e expedida pelo Poder Judiciário, tudo durante o plantão criminal.

 

O homem identificado como Johon Alerrandro de Almeida Penha, de 19 anos, teria desferido cinco disparos de arma de fogo contra o adolescente, o alvejando no braço e rosto, enquanto estava em um restaurante de propriedade de sua mãe no bairro. O menor fora socorrido e encontra-se no Hospital Djalma Marques – Socorrão I.

A proatividade do delegado juntamente com os alunos foi de suma importância, pois os mesmos adquiriram conhecimentos na prática do cotidiano policial. A experiência positiva elencou o verdadeiro sentido da vida profissional de cada um, em que, em alguns meses estarão totalmente aptos para compor oficialmente o quadro da Polícia Civil do Maranhão.

Curso de Formação

A Polícia Civil tem seguido um cronograma de atividades relativas ao cotidiano da vida policial, as turmas que foram divididas entre A e B têm alcançado conhecimentos na emissão de representações de mandados de prisões, técnicas modernas de investigações, manejo e emprego de armas de fogo, inquérito policial e outras atividades.
A formação de novos policiais está nivelada no compromisso do governo do estado em investir cada vez mais na segurança pública do Maranhão.

Entre os futuros profissionais estão peritos criminais, escrivães, investigadores e delegados.