SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA JEFFERSON PORTELA PARTICIPA DO ANIVERSÁRIO DO PROJETO LUTA PELA VIDA

Desenvolvido pela Polícia Civil do Maranhão por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima, o projeto Luta Pela Vida fundado em 12 de dezembro de 2016, completou 1 ano na última terça-feira (12), e contou com a presença do Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela, do Delegado Geral Leonardo Diniz, do Superintendente da Seic Tiago Bardal, além de policiais civis, alunos e comunidade.

O projeto social Luta Pela Vida surgiu na necessidade da inclusão social entre comunidade e os policiais, e tem como objetivo formar cidadãos através das artes marciais e conta com seis pessoas na coordenação do projeto. A Superintendência Estadual de Investigações Criminais, por intermédio do Grupo de Resposta Tática (GRT), desenvolveu o projeto social para a comunidade do bairro de Fátima, em São Luís, no intuito de contribuir para a formação de crianças e adolescentes por meio das artes marciais como o Judô e Jiu-Jitsu, visando ensinar valores morais adquiridos através do esporte à comunidade.

O projeto tem como ponto principal educar e formar essa geração mais nova com determinação, respeito e disciplina, permitindo que eles disseminem uma cultura de paz. Ele é desenvolvido por policiais civis e consiste em aulas totalmente gratuitas, realizadas de segunda à sexta nos períodos da manhã, tarde e noite em um salão atrás da Seic. O projeto atende em média 80 jovens, entre crianças e adolescentes de 6 a 18 anos.

“Projetos como este é tão importante tanto quanto nossas atividades fins, que é a questão da investigação dos crimes. É através de oportunidade como esta que evitará no futuro o número de jovens no mundo do tráfico, essas atividades ajudam diminuir o índice de criminalidade trabalhando na base na formação do caráter dessa criança”. Relata o Instrutor da Polícia Civil e um dos coordenadores do projeto, Fabio Castro.

 

O projeto já teve participação de seus alunos em grandes competições de lutas marciais, como na XIII Copa Branco de Judô, Maranhão Kids de Jiu Jitsu e no campeonato da Federação Maranhense de Jiu Jitsu.

 

As aulas são realizadas na própria comunidade, e são coordenadas pelos Policiais Civis da Seic e os professores Diego Morais (Judô) e Fábio Nogueira (Jiu-jitsu), e apoiado pelo Delegado Luís Jorge e o superintendente Tiago Bardal.

Jhanyfer Carvalhos / Ascom – SSP