OUTUBRO ROSA: SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA-MA E DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA E APOIO BIOPSICOSSOCIAL APOIAM ESSA CAUSA

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.
A Secretaria de Segurança Pública em nome de Jefferson Portela não poderia ficar de fora desta tão importante Campanha, que teve como coordenação o Departamento Biopsicossocial que tem como chefe a Dra. Luana Costa Simões. A Campanha de conscientização de Prevenção do Câncer de Mama e Colo uterino tem como objetivo alertar nossas servidoras compartilhando informações, promovendo a conscientização sobre a doença, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento, contribuindo para a redução da mortalidade.
A programação foi desenvolvida por meio da realização dos exames de Mamografia e Teste de Papanicolau (Preventivo) disponibilizados pela Carreta da Mulher em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde e da Mulher. Foram disponibilizados também outros serviços como oficina de maquiagem e limpeza de pele além de vários exames. O encerramento contou com a presença da Dra. Ana Gabriela Caldas do Hospital São Domingos que ministrou a palestra informativa cujo tema: Prevenção do câncer de mama (mitos e verdades).
Cada ano vem aumentando a adesão ao movimento “Outubro Rosa”, que visa chamar atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. A campanha atendeu às expectativas, atingindo um quantitativo de 250 (duzentos e cinquenta) mulheres que puderam se beneficiar com os serviços ofertados. É importante ressaltar que o mês de outubro está acabando, mas a campanha dura o ano inteiro e as mulheres devem comparecer regularmente às unidades de saúde do município para fazer exames preventivos e receber o atendimento adequado de acordo com suas necessidades.
O importante é, na realidade, focar este sério assunto nos 12 meses do ano, já que a doença é implacável e se faz presente não só no mês de outubro. No entanto, este mês é representativo para a causa, tornando-se especial e destacado dos demais.

Por Carla Andrade – Ascom SSP