Governo do Estado e Judiciário intensificam ações no combate aos crimes em transportes coletivos

Os representantes do governo do Maranhão, vinculados a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA) e do Poder Judiciário do Estado, realizaram um entendimento para priorizar medidas céleres no combate às práticas criminosas cometidas nos transportes coletivos em São Luís.

Dentre as ações, ficou estabelecido entre os órgãos que as análises dos pedidos de mandados de prisões feitas pelos delegados de polícia, por meio da Central de Inquérito, sejam realizadas em até 48h, período em que o trabalho já vem sendo desenvolvido. O novo prazo supera o antigo, que era de cinco dias para análise das medidas cautelares, procedimento judicial que visa prevenir, conservar, defender ou assegurar a eficácia de um direito.

“A Polícia Civil e o Poder Judiciário entendem que em determinadas situações a celeridade na análise das medidas cautelares é crucial. As práticas criminosas em transportes coletivos são uma dessas. Com a parceria, temos todas as instituições agindo de forma integrada, no qual quem sai ganhando é a sociedade”, avaliou o delegado-geral da Polícia Civil, Lawrence Melo.

Os esforços conjuntos visam superar o acúmulo de serviços em razão da grande demanda de representações que são encaminhadas das delegacias à Central de Inquérito. “Existe um número grande de delegados que demandam sobre diversos crimes, não só nos que se referem a crimes de coletivo, o que sobrecarrega o judiciário. Então o que ocorreu foi uma sensibilidade maior do Poder Judiciário e do Executivo para trabalharem com foco nesse tema, que é um problema sazonal. Não é permanente, mas vamos combater para restabelecer a paz social, dando o direito de ir e vir com tranquilidade aos cidadãos”, acrescentou o delegado-geral.

Para Lawrence, a resposta exemplar que o poder judiciário tem dado, aliado a celeridade na prisão dos bandidos identificados pela polícia, além de evitar novos crimes, também servirá como intimidação da prática criminosa. “No momento em que a gente tem essa celeridade, nós estamos salvando vidas. Estamos diminuindo riscos da prática de um latrocínio de um pai de família ou de uma senhora que esteja voltando do trabalho, por exemplo”.

O assunto começou a ser debatido durante uma visita realizada pelo vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, ao presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Cleones Carvalho Cunha. O destaque ao tema foi dado por meio de um entendimento entre os órgãos, no qual um esforço conjunto dos Poderes é o essencial para a intimidação do crime no Maranhão.

Operação Malha Metropolitana

Entre uma das propostas de combate à criminalidade dentro dos coletivos, o Comando Geral da Polícia Militar do Maranhão, por meio da Polícia Militar, iniciou a Operação Malha Metropolitana na semana passada. A ação é organizada pelo comandante da PMMA, coronel Frederico Pereira, com a missão de combater a criminalidade em pontos estratégicos. A iniciativa consiste em saturar todas as áreas mapeadas como de maior incidência dentro da Região Metropolitana e combater diversas práticas criminosas.

O Comando disponibilizou, além das tradicionais viaturas dos bairros, mais 14 novas que estarão acessíveis à comunidade em rotatórias situadas dentro da Região Metropolitana da capital. Além do monitoramento das áreas, se tornando referência para a população, os policiais realizarão ações no entorno, com abordagens a ônibus e interceptação de veículos suspeitos em situação de assaltos. Outro grande avanço da operação é o reforço no atendimento aos bairros da proximidade das rotatórias.

As viaturas estão disponíveis nas rotatórias da Avenida dos Holandeses, bairro da Cohab, Forquilha, Tirirical, Anel Viário (Madre Deus), Anel Viário (Mercado Central), Itaqui-Bacanga, Olho d’Água, Araçagi, Raposa, Cohama, Estrada de Ribamar, entre outros pontos classificados pela polícia como estratégico.

“A polícia estão presentes em pontos estratégicos da Região Metropolitana de São Luís. As viaturas atendem dentro do bairro, fazendo um trabalho diferenciado, combatendo a criminalidade com outros vetores, que é um dos mais importantes, que é a prevenção. Precisamos trabalhar para evitar o delito, e será dessa forma que vamos mostrar o empenho da Polícia Militar no Maranhão”, disse o comandante da PMMA, coronel Frederico Pereira.