Maranhão reduz número de homicídios pela primeira vez em 10 anos

Foto: Nilson Figueiredo

 

Em dez anos, o crescimento de homicídio foi de 330% no Maranhão e, pela primeira vez, em uma década, o Governo do Estado diminuiu esse número. “Nós estamos lutando para reduzir essa curva de crescimento da criminalidade. O caminho são as medidas repressivas, com aumento da polícia, viaturas, armamento, e com as ações preventivas”, disse o governador Flávio Dino, durante encontro com a imprensa, na segunda-feira (18).

Flávio Dino também destacou a aprovação, na Assembleia Legislativa, da Lei que institui o Pacto pela Paz (PPP), que vai ser desenvolvido nas comunidades a partir de fevereiro. “É o caminho pelo qual vamos desenvolver ações com a população, uma dimensão importante no combate à violência: ações preventivas”, salientou.

Sobre 2015, o governador destacou a disposição do Estado em combater a criminalidade. Neste plano, Flávio Dino enfatizou as melhorias já feitas, como a conclusão curso e formação de cerca de 1.500 policiais militares e civis. Além disso, o governo valorizou os policiais com promoções, o que motivou as forças policiais.

Durante o encontro, Flávio Dino também anunciou investimentos na segurança. De janeiro a abril, 300 novas viaturas serão incorporadas nas forças policiais. As primeiras já foram entregues, nesta terça-feira (19), acontecendo entregas semanais até abril. Ele afirmou, ainda, que já autorizou a compra de armamentos para a modernização da polícia. “Segurança é prioridade, em continuação aos nossos esforços de 2015”, garantiu o gestor do Estado.

Sistema Penitenciário

As mudanças do sistema penitenciário foram destacadas pelo governador. “Nós temos combatido duramente as facções criminosas nas ruas e no sistema penitenciário. Os resultados aí estão. O Maranhão foi um dos Estados que mais reduziu crimes em 2015, o que mostra a ação das forças policiais”, disse Flávio. “Nós sabemos que, infelizmente, os indicadores ainda são altos, em qualquer que seja a análise, e nós estamos trabalhando para reequipar as forças policiais”, completou.

Sobre o sistema prisional, o governador também falou que ainda há muitos problemas, mas tudo demonstra que houve melhorias significativas, já que a redução de fugas e mortes violentas em 2015 chega a média de 70%. Ele destacou a construção recente da Penitenciária de Imperatriz, com 204 novas vagas. “O sistema penitenciário vive uma situação hoje muito melhor que no tempo das decapitações, das degolas e rebeliões. É um fato objetivo e indiscutível”, disse.

Assaltos a Bancos

O governador também garantiu que há um diálogo aberto com a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), para que hajam ações conjuntas para a segurança em bancos privados. “Nós concordamos em que haja uma ação conjunta para combater isso”, informou o governador.