Curso de Operações e Sobrevivência em Área Rural forma sua segunda turma

(Foto: Nilson Figueiredo)

Após uma árdua e edificante jornada, lidando com aulas teóricas e práticas, 16 policiais aptos a atuar em zonas de conflito de difícil acesso serão empossados amanhã (12), às 8 horas, em cerimônia que será realizada no Comando Geral.

Os policiais diplomados formarão o Cosar, tropa especializada no planejamento estratégico e na atuação contra crimes em áreas de selva, que terá fixação no combate a crimes de maior incidência no interior do Estado, como assaltos a instituições financeiras (bancos e lotéricas) e, ainda, no reforço da segurança das rodovias que cortam o Maranhão. A tropa faz parte do Comando de Policiamento Especializado (CPE).

IMG_4449
(Foto: Nilson Figueiredo)

Esta é a segunda turma que recebe o título. Em abril de 2015, outros 23 policiais também foram formados, sendo 17 policiais militares do Maranhão, 5 policiais militares do Piauí e 1 guarda municipal de São Luís (MA). Nesta segunda turma, concluíram o curso: 14 policiais militares do Maranhão, 1 policial civil e 1 militar do estado do Piauí. Esses policiais trabalharão em consonância com diretório de inteligência, realizando operações pontuais na prevenção e combate a crimes em todo o Maranhão.

Nesta segunda fase do curso, 23 policiais se dispuseram a seguir com a experiência, mas somente 16 permaneceram até o final. O curso segue um extenso cronograma de disciplinas, como: tiro tático, combate em ambiente confinado, técnicas de abordagem, tiro pessoal, ações antibomba, invasões táticas com explosivos, antiterrorismo, entre outras – inclusive com aulas ministradas pelo Grupo Tático Aéreo e exército brasileiro.

IMG_3948
(Foto: Nilson Figueiredo)

Para o Coronel José Frederico Gomes Pereira, coordenador do curso e comandante do Comando de Policiamento Especializado (COE), a tropa tem qualificação para agir com afinco na resolução de crimes de alta complexidade. “Todos estivemos irmanados no sentido de dar o melhor treinamento a esses homens. O grupo teve o que há de melhor. O estado do Maranhão não deixa a desejar a curso de nenhuma unidade da Federação. Em breve, a sociedade maranhense irá ouvir falar nesse grupo de elite, que, a exemplo de outros estados, tem dado uma resposta satisfatória contra esse tipo de criminoso”, destacou.

NILSON fIGUEIREDO
(Foto: Nilson Figueiredo)

O Curso de Operações e Sobrevivência em Área Rural faz parte do processo de capacitação, reposicionamento e reciclagem do sistema de segurança pública, que tem como objetivo dar qualificação especializada a policiais, para o combate e redução da criminalidade em todo o Estado.

Por Fernando Costa/ Ascom SSP