Delegado-Geral Augusto Barros: “O Maranhão está no caminho certo no combate ao crime “

Em cumprimento ao compromisso de priorizar a segurança pública do Maranhão, o governo do estado entregou, nesta quarta-feira (23), os novos profissionais da polícia civil para a população. São 70 homens que vão reforçar o efetivo nas delegacias e demais departamentos da polícia civil.

A nova corporação passou por um treinamento intenso. Por cerca de 30 dias tiveram aulas teóricas e práticas, além de várias disciplinas como direitos humanos e legislação, uso de armas de fogo, trabalhos administrativos, investigações e noções de prática do dia a dia.

Para o delegado-geral da polícia civil do Maranhão, Augusto Barros, a formatura confirma o grande investimento que o governador Flávio Dino vem fazendo na área, “Em meio às dificuldades do dia a dia, este governo trata a segurança pública com prioridade. Estes novos profissionais irão somar forças para combater a criminalidade e oferecer mais segurança à população“ destacou Augusto Barros.

Segundo o delegado geral, essa atitude de aumentar o efetivo da segurança é muito gratificante, pois estende o poder de atuação da instituição de segurança pública, conferindo uma ampla prestação de serviços à população.

Augusto Barros afirma que 2015 foi um ano de novas estruturações administrativas, pois foram criadas novas superintendências, aumentando de 4 para 7 os setores especializados. Também foram criadas quatro seccionais para dar mais amplitude às superintendências, além de investimentos na polícia cientifica. Atitudes que se enquadrarem no programa governamental “PACTO PELA PAZ“, principalmente nas investigações de crimes de homicídios e latrocínios.

O delegado destacou as ações realizadas pela Superintendência Estadual de Combate ao Narcotráfico (SENARC) e a Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC), superando os números de apreensões em comparação a 2014 e valorizando o trabalho das demais superintendências.  Ainda de acordo com Augusto Barros, no próximo ano haverá uma grande restruturação no que tange à população carcerária do interior do estado, com a entrega de novos presídios, no intuito de esvaziar as delegacias e assim colocar os agentes civis nas ruas para combater o crime.

“O Maranhão está no caminho certo no combate ao crime. A polícia civil do Maranhão, em 2015, rompeu vários paradigmas. Muito mais se fez no combate ao crime do que em anos anteriores, com forte apoio do governo do estado” disse o delegado geral fazendo uma rápida avaliação do setor de segurança pública.

 

Anselmo Oliveira/ASCOM SSP