11 equipes operacionais da Polícia Civil serão distribuídas em regiões diversas de São Luís

Agilidade e mais segurança. Esse é o intuito do novo projeto da Secretaria de Segurança Pública, através da Superintendência de Polícia Civil da Capital, que visa reformular as SAISPs – órgão que integra as polícias na conscientização à população – em seccionais. O projeto prevê 11 equipes distribuídas em todas as regiões de São Luís, que atuarão em cooperação com as delegacias da cidade, a fim de trazer mais celeridade no empenho da Polícia Civil junto à Superintendência.

Atualmente 23 policiais compõem as seccionais. Até o final do ano serão 51.

Segundo o Superintendente de Polícia Civil da Capital, Armando Pacheco, “essas equipes operacionais foram criadas para dar suporte aos distritos, não só nas funções administrativas, mas também em planejamento operacional e incursões na região”.

No novo projeto, que é pioneiro e possui apenas um mês de existência, as Equipes Operacionais das Seccionais comemoram os resultados alcançados e o sucesso da nova proposta. Somente nesse diminuto tempo de atividade, um saldo positivo no combate à criminalidade foi obtido: buscas e mandados de prisão realizadas, além de operações pontuais em áreas de maior concentração de crimes, como as operações “Saturação” e “Hermes” 1 e 2, que reprimiram delitos praticados em bairros como Coroadinho e Praia Grande.

Durante as operações foram fechadas 8 casas que exploravam jogos de azar e, também, reprimidos assaltos a transportes coletivos e tráfico de drogas.

A estimativa da Secretaria de Segurança Pública é que com a padronização, capacitação e aumento do efetivo, com novos policiais que serão incorporados no início de janeiro às Seccionais, o trabalho seja ainda mais eficiente, trazendo mais segurança e tranquilidade à população ludovicense.