Operação Brasil Integrado de Proteção à Vida abordou 10 mil pessoas no Maranhão

Os números da operação foram divulgados nesta quinta-feira, no auditório da Secretaria de Segurança Pública com as presenças de representantes de diversas forças policiais.

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, durante reunião na tarde desta quinta-feira (19) divulgou os números da 2ª fase da “Operação Brasil Integrado de Proteção a Vida”, realizada nos dias 17 e 18 de novembro em todo o estado.

A operação foi realizada no Maranhão e em mais 7 estados da federação, mais o Distrito Federal, com bloqueios da Policia Rodoviária Federal (PRF) e cumprimento de mandados de prisão. A ação resultou na prisão de 48 adultos, entre elas a de Diego dos Santos, de 26 anos, suspeito de pertencer a uma organização criminosa na capital, além do cumprimento de cinco mandados de prisão por homicídios executados, da apreensão de 56 armas de fogo e 200 pedras crack.

O trabalho foi considerado bem sucedido também na prisão de pessoas por outros crimes, como furto, posse de drogas ou armas.

Em todo o estado, foram feitos, nesses dois dias, 48 bloqueios, com mais mil e quinhentos agentes mobilizados. Foram abordadas 10 mil pessoas, por meio das Policias Militar, Civil, Rodoviária Federal trabalhando em conjunto.

Estiveram presentes à apresentação dos relatórios, o secretário de Segurança Pública Jeferson Portela; o delegado geral da Polícia Civil, Augusto Barros; o Coronel Célio Roberto do CBMMA; o Coronel Marco Antônio Alves, da PMMA; o superintendente adjunto da Polícia Rodoviária Federal, Paulo Guedes e o representante da SMTT Ismael Petrus.

“Há de se comemorar esta metodologia de trabalho integrada onde temos como hábito a união entre as forças de segurança.’’ afirmou o secretário Jeferson Portela.

Anselmo Oliveira / Ascom SSP