Policia Civil deflagra Operações no combate ao tráfico de drogas no Maranhão

Após trabalho investigativo contra o crime organizado envolvido com o tráfico de drogas no Maranhão, a Polícia Civil através da Superintendência Estadual Repressão ao Narcótico (SERNAC) deflagrou na madrugada desta   segunda-feira(26), uma operação que resultou nas prisões de Evanoel Almeida e Valdeço Pereira da Silva, conhecido como “ Buriti”.

O resultado da operação foi apresentado durante coletiva realizada no Auditório Leofredo Ramos, na Secretária de Segurança Pública (SSP), presidida pelo gestor da pasta, Jefferson Portela, Augusto Barros, delegado geral de Policia Civil e o superintendente do Senarc, Tiago Bardal.

(Foto: Nilson Figueiredo)
(Foto: Nilson Figueiredo)

Durante a coletiva, o superintendente do Senarc relatou que a dupla estava sendo monitorada a cerca de seis meses, após o monitoramento de uma quadrilha composta por Evanoel Almeida e Valdeço Pereira participarem de explosões de caixa eletrônico no interior do estado.Com o dinheiro obtido nos delitos praticados, a dupla iria ao Paraguai comprar drogas e armamentos.

 No retorno para o estado do Maranhão, Evanoel Almeida e Valdeço Pereira foram interceptados pela equipe da Senarc com apoio da Polícia Rodoviária Federal, na madrugada desta segunda-feira, na BR-222 entre os municípios de Vitoria do Mearim e Arari.

 (Foto: Nilson Figueiredo)
(Foto: Nilson Figueiredo)

Para transportar a droga oriunda do Paraguai, a dupla utilizou um veículo pick-up modelo Fiat Strada readaptado. No interior do carro, foram encontrados 200 quilos de maconha prensada, duas escopetas calibre 12, duas pistolas 9 milímetros, um revólver calibre 38, uma pistola 6.35, munições e 8 mil em guarani-moeda de origem Paraguaia. “Desde quando assumimos desde o Senarc a verificar que uma quadrilha que realizava explosões à caixa eletrônico, e com o dinheiro obtido, compravam drogas e armamentos no Paraguai. Observamos a movimentação dessa quadrilha retornando para. Realizamos a abordagem na BR-222, onde constatamos o forte cheiro da droga. Na Seic, ao ser desmontado, foi encontrado em diversos compartimos do carro tinha maconha, e em baixo dos bancos estavam o armamento”. Disse Tiago Bardal.

Para o secretário da SSP, Jefferson Portela, a criminalidade é um mal que assola toda a sociedade, por isso deve ser combatida de maneira firme e segura. “Eles são pessoas que subjetivamente numa vida reiterada no mundo do crime. Essa foi uma grande ação contra o crime organizado, onde a quadrilha teria um faturamento em mais de dois milhões de reais. Iremos empregar cada vez mais ações significativas, afirmou.

O titular do Senarc, informou ainda que os presos na operação possuem antecedentes criminais. Evanoel Almeida tem passagem na Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), onde foi autuado pelos crimes de tráfico explosão à caixa eletrnico.Já Valdeço Pereira responde também pelo delito de explosão à caixa eletrônico, sendo que ele, possui contra si, dois mandados de prisão em aberto, um no município Dom Pedro e outro, no município de Senador.

(Foto: Nilson Figueiredo)
(Foto: Nilson Figueiredo)

Nas dependências da Seic, Evanoel Almeida e Valdeço Pereira da Silva, foram autuados pelos crimes de tráfico com agravante de tráfico internacional, associação para o tráfico e porte ilegal de uso restrito. O flagrante será encaminhado para justiça federal, por se tratar de tráfico internacional.

De acordo com o delegado geral de Polícia Civil, Augusto Barros, essa organização criminosa possui não só ramificações no Maranhão, mas também, nos estados do Pará e Piaui.

 “A Polícia Civil segue firme no combate ao narcotráfico internacional. Esse grupo organizado investia pesado na sua logística para equipar veículos sem levantar qualquer suspeita. Vamos impor essas perdas constantes e a prisão permanentes dos que se envolverem com tráfico de drogas no Maranhão. E essa é a filosofia da Polícia Civil.”, declarou.

Clara Fonseca /ASCOM SSP