Peritos buscam causas de acidente em brinquedo do Golden Park

As causas do acidente que deixou mãe e filha feridas no Golden Park devem ser conhecidas em breve. Equipe do Instituto de Criminalística (Icrim), órgão da Superintendência de Polícia Técnica da Polícia Civil, estiveram no local na manhã desta quarta (16), para periciar o brinquedo ‘Polvo’. O acidente no Golden Park ocorreu na última segunda-feira (14). A criança de oito anos recebeu alta, mas a mãe permanece internada em estado considerado grave.

“Vamos fazer as análises considerando as normas técnicas vigentes verificando se o equipamento atende a estas normas e então, emitir o laudo pericial”, explicou o perito do Icrim, Antônio Barros Junior. O Icrim avaliou itens referentes à segurança do equipamento, velocidade, estrutura física e demais características técnicas, incluindo também rotação, altura, peso, capacidade de pessoas, ruídos e condições elétricas.

Por várias vezes os técnicos puseram o brinquedo em funcionamento e diante dos responsáveis pelo parque fizeram as anotações pertinentes. Também foi analisada a estrutura geral do parque e licenças para a atividade. Para a equipe foram entregues documentações referentes ao funcionamento e à estrutura do estabelecimento.

“Essa documentação será analisada e vamos prosseguir a investigação com o colhimento de depoimentos e aguardar a conclusão do laudo para termos mais elementos”, afirmou a delegada responsável pelo caso, Irla Lima. Outras documentações necessárias, e que são aguardadas pela perícia, são documentos técnico e laudos do engenheiro responsável pela fabricação e manutenção do brinquedo.

Esta vistoria prévia vai servir de base para as primeiras análises do caso, mas o órgão deve retornar ao estabelecimento. “Pode ser que seja preciso uma perícia complementar para reforçamos o que foi avaliado nesta primeira visita”, disse o perito.

O laudo deve ser concluído em até dez dias, mas, o perito antecipa que dada a complexidade do caso, e das análises a serem feitas paralelamente ao laudo, o prazo pode ser ampliado. “O objetivo da perícia é construir um laudo seguro para abalizar as investigações e chegar às causas reais do acidente”, disse Antônio Barros Junior.