CURSO DE OPERAÇÕES DE SOBREVIVÊNCIA EM ÁREA RURAL SUPERA EXPECTATIVAS DA POLÍCIA MILITAR

A 1ª turma do Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural (COSAR) superou as expectativas. “Todas as etapas foram cumpridas dentro do cronograma. Tudo que pensamos para o curso ocorreu igual, ou melhor. Algumas coisas até nos surpreenderam, a exemplo do treinamento aquático realizado na barragem de Estreito, local excelente com estrutura formidável, que possibilitou que as instruções transcorressem sem nenhum problema”, frisou o coordenador do curso e comandante do Policiamento Especializado (CPE), coronel José Frederico Gomes Pereira.

A formatura da 1ª turma do COSAR foi celebrada, na última quarta-feira (13), no Comando Geral da Polícia Militar. Ao todo, 23 homens concluíram o curso, com duração de um mês e dois dias, sendo 17 policiais militares do Maranhão, 5 do Piauí e 1 guarda municipal de São Luís. O curso tem a finalidade de treinar policiais para o enfrentamento contra o crime organizado. “Em breve a sociedade maranhense irá ouvir falar nesse grupo de elite, que a exemplo de outros estados tem dado uma resposta satisfatória contra esse tipo de criminoso”, destacou coronel Pereira.

Os participantes do curso passaram por vários treinamentos, principalmente no meio rural, inclusive em outras instituições, a exemplo do Exército Brasileiro, em Imperatriz e São Luís. Unidades do Comando Especial da Polícia Militar e o Grupo Tático Aéreo também instruíram os participantes. “Todos irmanados no sentido de dar o melhor treinamento a esses homens. O grupo teve o que há de melhor. O estado do Maranhão não deixa a desejar, a curso de nenhuma unidade da Federação”, ressaltou o coordenador do curso.

Coronel Pereira destacou que para combater, os policiais precisam estar motivados, treinados e bem equipados. “O comando geral da corporação, o governo do estado e a Secretaria de Segurança Pública estão preocupados no sentido de conseguir os recursos e os meios para que esses homens trabalhem com o equipamento ideal. A doutrina vai se fortificar, os equipamentos estão chegando e nós vamos partir para o combate”, explanou.

O efetivo formado na 1ª turma do COSAR deve atuar no Comando de Operações de Sobrevivência em Área Rural, que está em fase de criação. “Vamos primeiro preparar os homens e equipá-los, a partir daí vamos criar a unidade e começar as operações”, explicou coronel Pereira.