POLICIA CIVIL REALIZA AÇÕES DE COMBATE À CRIMINALIDADE

A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) realizou ações intensivas com o objetivo de coibir o tráfico de drogas e o cumprimento de mandados de prisões no interior do Maranhão.

 Em uma dessas operações foram presos, nesta quarta-feira (3), nos município de São Bernardo, seis pessoas e apreendido entorpecentes, dinheiro e veículos. Em outras ações, no município de Rosário foi incinerado cerca de 10 mil pés de maconha. Em Santa Rita foi realizado o cumprimento de um mandado de prisão contra Alexandre dos Santos Gomes, 25 anos, pelo homicídio contra a vida de Helio Cortez de Sousa, 55 anos.

A ação visando combater o tráfico de drogas foi intensificada na região de Chapadinha, distante 246 quilômetros de São Luís. A operação aconteceu, nesta quarta-feira (3), por volta das 6h no município de São Bernardo e contou com a participação da (SPCI) e policiais das delegacias dos municípios de Urbano Santos, Chapadinha, Brejo, Magalhães de Almeida, Tutóia e Araioses.

A operação foi em resposta ao cumprimento de diversos mandados de busca e apreensão requeridas pelo delegado titular da delegacia de São Bernardo. Todos os mandados foram expedidos após ser constatada a incidência do tráfico de drogas na região.  Após investigações de alguns dias foram identificado os principais traficantes e os pontos de venda de entorpecentes.

Prisões e apreensões

De acordo com o delegado José Henrique Mesquita, da delegacia de São Bernardo, a operação iniciou nas primeiras horas da manhã e perdurou por todo o dia. A operação resultou na prisão dos suspeitos identificados por Alonso Lima Freitas, 24 anos; Augusto Felix da Paz, 24 anos; Daugiza Felix da Paz, 56 anos; Carlino Felix da Paz, 31 anos; Marinalva Santos Alves, 36 anos; Antônio Carlos Lima de Oliveira, 34 anos.

Foi apreendida também uma adolescente de 14 anos que foi flagrada tentando esconder entorpecentes nas partes íntimas. Com a adolescente foi apreendido cerca de 24 cabeças de crack. A adolescente foi encaminhada para o Conselho Tutelar da cidade.

Foram apreendidos 5 veículos, duas motocicletas; dois revólveres, sendo um revólver calibre 38 com dez munições e um calibre 32 com cinco munições, uma espingarda e quantia de R$ 24.879 mil reais. As prisões aconteceram nos bairros de Duque de Caxias, Rua do Arame e Morro da Arábia e na própria MA 034.

Incineração

A SPCI realizou, no dia 14 de novembro, com o apoio da Delegacia Regional de Rosário, a destruição e queima de aproximadamente 10 mil pés de maconha. A ação aconteceu no povoado Santa Maria, nas proximidades do município de Rosário, distante 67,8 quilômetros de São Luís. Dois suspeitos que estavam no local da apreensão conseguiram se evadir com a chegada dos policiais.

Segundo o superintendente do Interior Jair de Paiva Júnior, a operação aconteceu por volta das 17h, onde os investigadores da Polícia Civil foram informados que havia uma plantação de drogas no local. Na ação policial, houve confronto e disparos de arma de fogo.

Os policiais realizaram um cerco no sentido de prender os suspeitos, mas, mesmo assim, o proprietário da roça, identificado por José Domingos dos Santos, e o seu sobrinho, conhecido como Riba, fugiram do local. Os policiais incineraram 10 mil pés de maconha e destruíram material de apoio ao plantio da droga.

Segundo a delegada regional da cidade, Maria Eunice, a descoberta da plantação só foi possível após denúncias anônimas acerca dos criminosos. Ela informou que, contra José Domingos dos Santos, há um mandado de prisão em aberto pelo crime de tráfico. A Polícia Civil irá abrir inquérito para investigar o caso e em seguida, solicitará à Justiça a prisão dos dois envolvidos.

Prisão de Foragido da Justiça do Piauí

Em uma operação conjunta a superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e a Polícia Civil do Piauí, prenderam o foragido da Justiça Alexandre dos Santos Gomes, 25 anos. Ele foi indiciado pelo crime de homicídio, em que vitimou, com requintes de crueldades, Helio Cortez de Sousa, 55 anos.

O crime ocorreu no dia 9 de novembro em um bar situado no Bairro Matinha, Teresina, onde a vitima foi atingida com um golpe de garrafa e vários chutes na região da cabeça. Após o crime, Alexandre fugiu para a cidade de Santa Rita (MA), onde foi preso.

A prisão de Alexandre Gomes aconteceu nesta quinta-feira (4), no município de São Mateus e foi coordenada pelo delegado George Antônio da Silveira Marques. Na ocasião, o suspeito estava em uma Van que seguia para a cidade de Peritoró.

Alexandre foi conduzido para Delegacia de São Mateus, onde foi efetivado o cumprimento do mandado de prisão, expedido pelo juiz Arilton Rosa Falcão Junior da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina. Em seguida, foi conduzido para o Piauí.